Os critérios de distribuição do Fundo de Participação dos Municípios (FPM-Interior) e suas implicações no desenvolvimento socioeconômico dos municípios brasileiros

  • Clarice Pereira de Paiva Ribeiro Câmara Municipal de Viçosa
Palavras-chave: Fundo de Participação dos Municípios, FPM-Interior, Transferências Intergovernamentais, Desenvolvimento Socioeconômico

Resumo

O Estado brasileiro utiliza o sistema de transferências intergovernamentais para corrigir o desequilíbrio federativo e reduzir as desigualdades socioeconômicas, destacando-se entre elas - o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Analisou-se o relacionamento entre as transferências intergovernamentais, principalmente FPM-Interior, e o nível de desenvolvimento socioeconômico municipal. Utilizou-se três modelos de painel dinâmico para municípios, de 2005 a 2016: sem dummies, com 18 faixas de distribuição do FPM-Interior (Decreto-Lei 1881/1981) e com 6 faixas populacionais (IMRS- -FJP). Comprovou-se a alta representatividade do FPM-Interior dentre as receitas municipais. Quanto à aplicabilidade do critério de rateio do FPM-Interior, infere-se que o fator população não é adequado como indicador de baixo ou alto desenvolvimento socioeconômico. Nesse sentido, este critério está enviesado e verificou-se a necessidade de sua revisão. Também, testou-se e foram sugeridos outros fatores além de população e renda que possam ser incorporados como mecanismos para aperfeiçoar a distribuição do FPM-Interior aos municípios.

Referências

AZZONI, C.R.; ISSAI, J. Censo demográfico, novos municípios e reforma tributária: impactos sobre as finanças municipais. Revista de Administração Pública, 27(3): 50-61, 1993.
AMORIM NETO, O., SIMONASSI, A.G. Bases políticas das transferências intergovernamentais no Brasil (1985-2004). Revista de Economia Política, v. 33, n. 4, p. 704-725, 2013.
BAIÃO, A.L.; CUNHA, A.S.M.D.; SOUZA, F.S.R.N. D. Papel das transferências intergovernamentais na equalização fiscal dos municípios brasileiros. Revista do Serviço Público, Brasília, v. 68, n. 3, p. 583-610, jul./set. 2017. Disponível: . Acesso: out.2017.
BARJA DAZA, G.; VILLARROEL BORHT, S.; ZAVALETA CASTELLON, D. Institutional Design and
Implicit Incentives in Bolivia’s Decentralization Model. Revista Latinoamericana de Desarrollo Economico. 19, p. 137-211, 2013.
BOSCH, N.; ESPASA M. e MORA, T. Citizen control and the efficiency of local public services. Government and Policy, volume 30, p. 248-266, 2012.
BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Câmara dos Deputados. Constituição Federal 1988. 19ª Ed. Editora Cedi: Brasília, 2002.
______. Decreto-Lei nº 1.881, de 27 de agosto de 1981. Altera a Lei nº 5.172, de 25 de outubro de 1966, cria a Reserva do Fundo de Participação dos Municípios - FPM a dá outras providências. Disponível: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Decreto-Lei/1965-1988/Del1881.htm. Acesso: dez.2020.
BREMAEKER, F.E.J. 2011. Distribuição dos Royalties do Pré-Sal e a equidade através do FPM: a distância entre as palavras (intenções) e os números (realidade). Salvador. Estudo Técnico nº128, 2011. Disponível em: http://tinyurl.com/afrwomp. Acesso em: 20 mar. 2018.
CARVALHO, L.M. e COSSIO, B.F.A. Flypaper effect, poder burocrático e custos de mobilidade interjurisdicional: evidências empíricas para o Brasil. Mimeo. 2001.
CASTRO, K.P.; LIMA, A.C.C. Distorções Regionais na Distribuição do FPM: Um Estudo Aplicando Conjuntos Fuzzy em Municípios de Minas Gerais. Administração Pública e Gestão Social. Viçosa, 12(1), 2020.
COELHO, D. Federalismo Fiscal no Brasil: uma análise do Fundo de Participação dos Municípios. Monografia de pós-Graduação apresentada ao Tribunal de Contas da União. Brasília: 2007.
COSTA, C.C.M.; FERREIRA, M.A.M.F.; BRAGA, M.J.; ABRANTES, L.A. Disparidades inter-regionais e características dos municípios do estado de Minas Gerais. Desenvolvimento em Questão, v. 10, n. 20, p. 52-88, 2012.
COSTA, R.F.R.; CASTELAR, L.I.M. O impacto das transferências constitucionais sobre os gastos dos municípios Brasileiros. Análise econômica. Porto Alegre, v. 33, n. 64, 171-189, set. 2015.
FARINA, M.C.; GOUVÊA, M.A.; VARELA, P.S. Transferências Constitucionais e Receitas Tributárias versus Desempenho Econômico e Social de Alguns Municípios do Estado de São Paulo. In: SEMEAD, 2007, São Paulo. Anais... São Paulo: SEMEAD, p. 1-16, 2007.
FIRJAN. IFDM: Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal. Federação das Indústrias do Estadodo Rio de Janeiro, 2016. Disponível: . Acesso: mar.2019.
FONTINELE, N.F.; TABOSA, F.J.S.; SIMONASSI, A.G. Municípios cearenses: uma análise da capacidade de utilização dos recursos oriundos dos repasses constitucionais. Revista Ciências Administrativas, 20 (2): 724-746, 2014.
GASPARINI, C.E.; MIRANDA, R.B. Evolução dos aspectos legais e dos montantes de transferências realizadas pelo Fundo de Participação dos Municípios [Texto para Discussão Nº 1243]. Brasília: IPEA, 2006.
GIAMBIAGI, F; ALÉM, A.C. Finanças públicas: teoria e prática no Brasil. 3 ed.rev. e atual. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.
GOMES, E C.S. Fundamentos das transferências intergovernamentais. Revista do Tribunal de Contas da União, 39(110):28-40, 2007. Disponível: . Acesso: ago.2018.
GOMES, G.; MAC DOWELL, M. Descentralização política, federalismo fiscal e criação de Municípios: o que é mau para o econômico nem sempre é bom para o social. Texto para discussão n. 706. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Brasília: Ipea, 2000.
GUERREIRO, R.S.; MONASTERIO, L. Pesos regionais: uma proposta para a repartição do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, vol. 12, n. 3, p. 306-321, 2018.
INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Banco de Dados Agregados. IBGE, n.d. Disponível: . Acesso: out.2019.
KALB, A. The impact of intergovernmental grants on cost efficiency: theory and evidence from German municipalities. Economic Analysis and Policy, 40 (1), 23-48, 2010.
KERBAUY, M.T.M. Federalismo, descentralização e democracia. Estudos de Sociologia, v. 6, n. 10, p. 51- 61, 2001. Disponível: http://seer.fclar.unesp.br/estudos/article/view/180/177. Acesso: abr.2016.
LEROY, R.S. D; ABRANTES, L.A; ALMEIDA, FM; FERREIRA, MAM; VIEIRA, MA. Estrutura Arrecadatória e Desenvolvimento Socioeconômico dos Municípios Mineiros. Desenvolvimento em Questão. Ano 15, n. 41, p. 164-20, out./dez., 2017. Disponível: http://www.spell.org.br/documentos/ ver/47205/estrutura-arrecadatoria-e-desenvolvimentosocioeconomico- dos-municípios-mineiros-. Acesso: fev. 2021.
LIMA, A.C.C; SIMÕES, R.F. Teorias do Desenvolvimento Regional e suas Implicações de Política Econômica no Pós-Guerra: O caso do Brasil. Belo Horizonte: UFMG/Cedeplar, 2009. Disponível em: www.cedeplar.ufmg.br. Acesso em: 10 jul. 2020.
LOPES, M.S.; SUCUPIRA, G.I.C.S. 2016. Análise da Importância do FPM para a Receita do Município de Taiobeiras/MG. In: AdCont (Congresso), Rio de Janeiro, 2016. Anais... Rio de Janeiro: ADCONT, p.1-16, 2016.
MACHADO, J.C.; ZUCCO, A.; OZAKI, M.T.; MAZZALI, L. 2010. Descentralização, autonomia fiscal e sustentabilidade financeira na administração municipal: um estudo no estado de São Paulo. In: SEMEAD, São Paulo, 2010. Anais... São Paulo: SEMEAD, p.1-16, 2010.
MAGALHÃES, J.C. Emancipação político-administrativa de municípios no Brasil. 2013. Disponível: http://www.ipea.gov.br/agencia/images/stories/PDFs/livros/Capitulo1_30.pdf. Acesso: ago.2020.
MASSARDI, W.D.O.; ABRANTES, L.A. Esforço Fiscal, Dependência do FPM e Desenvolvimento socioeconômico: um estudo aplicado aos municípios de Minas Gerais. REGE Revista de Gestão, São 32 Paulo, 22 (3): 295-313, 2015. Disponível: . Acesso: abr.2016.
MASSARDI, W.D.O.; ABRANTES, L.A. Dependência dos municípios de Minas Gerais em relação ao FPM. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, Salvador, v. 6, n. 1, p. 173-187, Jan/Abr 2016. Acesso: nov.2017.
MENDES, M. Proposta para um novo federalismo fiscal: Novos critérios de distribuição para o FPM e criação do Fundo de Participação das Regiões Metropolitanas (Consultoria de Acompanhamento e Análise das Finanças Públicas/1994), Brasília, DF, Banco Central do Brasil, 1994.
MENDES, M. Federalismo Fiscal. In: ARVATE, P.B.; BIRDEMAN, C. (Org). Economia do Setor público no Brasil: Elsevier, p. 422-461, 2004.
MENDES, M.J., MIRANDA, R.B., COSIO, F A.B. Transferências intergovernamentais no Brasil: diagnóstico e proposta de reforma. Núcleo de Estudos e Pesquisas da Consultoria Legislativa. Texto para
Discussão nº 40, 2008. Disponível: https://www12.senado.leg.br/publicacoes/estudos-legislativos/tipos-de-estudos/textos-para-discussao/td-40-transferencias-intergovernamentais-no-brasil-diagnostico-e-proposta-de-reforma. Acesso: nov.2017.
MENDES, W.A.; FERREIRA, M.A.M.; ABRANTES, L.A.; FARIA, E.R. A influência da capacidade econômica e da formação de receitas públicas no desenvolvimento humano. Revista de Administração Pública, v. 52, n. 5, p. 918-934, 2018.
MORAIS, H.A.R.; BONIFÁCIO, J.N.S. Transferências constitucionais: uma análise da representatividade do fundo de participação dos municípios para a região do alto oeste potiguar. Tekhne e Logos, Botucatu, SP, v.7, n.2, agosto, 2016.
MORAIS, N.R.; OLIVEIRA, F.P.S.; ROCHA, L.A. Desenvolvimento Socioeconômico do Rio Grande do Norte: a Contribuição da Receita Pública Municipal. Revista Evidenciação Contábil e Finanças, 4 (2): 54-67, 2016.
MUSGRAVE, P.W. Rural Communities: Some Social Issues. Australian Journa/ of Agricultural Economics, Vol. 27, No. 2 (August 1983), pp. 145-151. Disponível: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/ epdf/10.1111/j.1467-8489.1983.tb00635.x. Acesso: out 2020.
OATES, W. Federalismo fiscal. Madri: Instituto de Estudios de Administración Local, 1977.
OYUN, G. Interstate Spillovers, Fiscal Decentralization, and Public Spending on Medicaid Home and Community-Based Services. Public Administration Review, Vol. xx, Iss. xx, pp. xx–xx, 2016. © 2016 by The American Society for Public Administration. DOI: 10.1111/puar.12639.
PAES, N.L.; SIQUEIRA, M.L. Desenvolvimento regional e federalismo fiscal no Brasil: em busca da igualdade na distribuição de receitas. Economia Aplicada, v. 12, n. 4, p. 707-742, 2008.
PASSOS, C.R. Fundo de Participação dos Municípios e Desenvolvimento Regional: Um estudo sobre os municípios piauienses no período de 2005 a 2016. In: XXVII Congresso Brasileiro de Custos – 9 a 11 de novembro de 2020. Anais... 2020. Disponível: https://anaiscbc.emnuvens.com.br/anais/issue/ view/53. Acesso: jul.2021.
PASSOS, C.R; NASCIMENTO, J.C. H. B. Fundo de Participação dos Municípios na Composição das Receitas: um estudo sobre dependência dos municípios piauienses nos anos 2013 a 2016. In: XXV
Congresso Brasileiro de Custos – Vitória, ES, Brasil, 12 a 14 de novembro de 2018.
PRADO, S. Questão fiscal na Federação Brasileira: diagnóstico e alternativas. Brasília: CEPAL/IPEA, 2007.
REZENDE, V.B. A dependência financeira e o fundo de participação dos municípios – uma análise para os Municípios dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri, Rio Doce e do Aço, no período de 2016/2017.
Universidade Federal de Minas Gerais. Faculdade de Ciências Econômicas. Departamento de Ciências Administrativas. Curso de Especialização em Gestão Pública Municipal. Belo Horizonte, 2019.
RIBEIRO, C.P.P; MENDES, W.A.; EMMENDOERFER, M.L.; ABRANTES, L.A. Transferências constitucionais no Brasil: Um estudo bibliográfico sobre o FPM-fundo de participação dos municípios.
Revista Contemporânea de Contabilidade, 16(39), 44-65, 2019.
ROCHA, C. A. A. Brazilian federal transfers to state end municipalities: a quick referencce guide. Núcleo de Estudos e Pesquisas da Consultoria Legislativa. Texto para Discussão nº 264, 2019. Disponível: https://www12.senado.leg.br/publicacoes/estudos-legislativos/tipos-de-estudos/textos-para-discussao/td264-b. Acesso: jan.2020.
ROCHA, T.C.; LOUZANO, J.P.O.; OLIVEIRA, G.A. Efeitos das transferências intergovernamentais no esforço fiscal dos municípios mineiros. In: EnANPAD, 2017, São Paulo. Anais... São Paulo: Anpad, 2017. p. 1-16, 2015.
RODRIGUES, M; SILVA, D.C.C. Concentração e dependência das transferências constitucionais nos municípios do Pará. Cadernos Gestão Pública e Cidadania. São Paulo, v. 25, n. 80, p. 1-17, 2020.
SANTOS, A.M.S.P. Município, descentralização e território. Rio de Janeiro: Forense, 2008.
SCARPIN, J.E.; SLOMSKI, V. Estudo dos fatores condicionantes do índice de desenvolvimento humano nos municípios do estado do Paraná: instrumento de controladoria para a tomada de decisões na gestão governamental. Rev. Adm. Pública, Rio de Janeiro, v. 41, n. 5, p. 909-933, out. 2007. Disponível: http://dx.doi.org/10.1590/S0034- 76122007000500006. Acesso: abr.2016.
SEN, A. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.461 p.
SEPULVEDA, C.F.; MARTINEZ-VAZQUEZ, J. The Consequences of Fiscal Decentralization on Poverty and Income Equality. Environment and Planning C, Government and Policy, v. 2, n. 29, p. 321- 343, 2011.
SILVA, Jéssica Natália da; FERREIRA, Marco Aurélio Marques. Heterogeneidade e Transferência Intergovernamental Estudo da Zona da Mata – MG. Revista Desenvolvimento em Questão. Ano 16, n. 45, p. 55-71, out./dez. 2018.
SISTEMA DE INFORMAÇÕES CONTÁBEIS E FISCAIS DO SETOR PÚBLICO BRASILEIRO – SICONFI. Disponível: https://siconfi.tesouro.gov.br/siconfi/index.jsf. Acesso: abr.2018.
SOARES, C.S.; FLORES, S.A.M.; CORONEL, D.A. O comportamento da receita pública municipal: um estudo de caso no município de Santa Maria (RS). Desenvolvimento em questão, 12 (25): 312-338, 2014.
SOARES, M.; GOMES, E.C.O.; TOLEDO FILHO, J. R. de. A repartição tributária dos recursos do ICMS nos municípios da Região Metropolitana de Curitiba. Revista de Administração Pública, 45(2), 459-481, 2011. Disponível: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-76122011000200008. Acesso: jan.2021.
TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIAO. Acordão 1.120/2009-Plenário: TCU avalia critérios de distribuição de recursos do FPM. 2009. Disponível: https://portal.tcu.gov.br/data/files/EE/21/
D0/77/7800371055EB6E27E18818A8/Relatorio_anual_atividades_TCU_2009.pdf. Acesso: fev.2021
TEIXEIRA, C.F.; PAIM, J.S. Planejamento e programação de ações intersetoriais para a promoção da saúde e da qualidade de vida. Rev. Adm. Pública, Rio de Janeiro, v. 34, n. 6, p. 63-80, dez. 2000. Disponível: . Acesso: abr.2016.
THEÓPHILO, C.R.; TOLENTINO, M.A.; SANTOS, M.G.; SILVA, S.P. Gestão empreendedora de recursos públicos: receita tributária em face do FPM no município de Salinas, Norte de Minas Gerais.
Revista Mineira de Contabilidade, 12 (42), p. 6-13, 2011.
TIEBOUT, C.M. A pure theory in local expenditures. The Journal of political economy, v. 64, n. 5, p. 416-424, out. 1956.
TODARO, M.P.; SMITH, S.C. Economic development. Boston: Addison–Wesley, 2009.
VELOSO, J.F.A. As transferências intergovernamentais e o esforço tributário municipal: uma análise do fundo de participação dos municípios (FPM). Brasília: (Dissertação Mestrado) Universidade Católica, 2008.
VIEIRA, M.A.A.; ABRANTES, L.A.; ALMEIDA, F.M. Desenvolvimento socioeconômico dos municípios brasileiros: uma análise do fundo de participação dos municípios (FPM). Revista Eletrônica
Gestão & Sociedade, v.14, n.38, p. 3480-3506, mai./ago. 2020. Acesso em: 10 ago. 2021.
VIEIRA, M.A.; ABRANTES, L.A.; ALMEIDA, F.M.; SILVA, T.A.; FERREIRA, M.A.M. Condicionantes da arrecadação tributária: uma análise para os municípios de Minas Gerais. Enfoque: Reflexão Contábil. v. 36, n. 2, p. 147-162, mai./ago. 2017.
ZIMMERMANN, G. 40 anos de finanças municipais no Brasil. 178 f. São Paulo: UEC, Tese (Doutorado). Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, 2009.
Publicado
2023-01-18
Como Citar
Pereira de Paiva Ribeiro, C. (2023). Os critérios de distribuição do Fundo de Participação dos Municípios (FPM-Interior) e suas implicações no desenvolvimento socioeconômico dos municípios brasileiros. CADERNOS DE FINANÇAS PÚBLICAS , 23(01). https://doi.org/10.55532/1806-8944.2023.203