O IMPACTO DA PANDEMIA NO MODO DE TRABALHO NO SETOR PÚBLICO E PRIVADO

  • Felipe dos Santos Martins Universidade Federal Fluminense
  • Geraldo Sandoval Góes IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada)
Palavras-chave: Covid-19; Setor público e privado; trabalho remoto; afastamento laboral

Resumo

Com o início da crise sanitária provocada pelo Covid-19, medidas de distanciamento social foram tomadas em larga escala e globalmente. Consequência imediata disso foi a diminuição da atividade econômica em todo o mundo. Invariavelmente o trabalho começou a sofrer as consequências dessas medidas. Para uma parcela da população, ocupado em afazeres específicos, foi possível continuarem exercendo suas atividades laborais de forma remota, outros foram afastados, alguns seguiram trabalhando como antes e um último grupo foi desligado.  Esse trabalho se propões a investigar o impacto da Pandemia no modo de trabalho do setor público e privado. Para isso, buscou avaliar quantas pessoas ocupadas estavam afastados de suas atividades e quantas vem exercendo seus trabalhos de forma remota. Com os dados do trabalho durante a pandemia, pode-se observar que as pessoas ocupadas no setor público encontram-se com mais intensidade em trabalho remoto ou, até mesmo, afastadas devido ao distanciamento social do que os trabalhadores do setor privado. Mesmo separando o setor privado conforme a atividade econômica, o setor público continua com percentuais significativamente dispares do que o observado nas atividades de serviços (que mais se aproxima), comércio, indústria ou agrícola. Observando as pessoas em trabalho remoto, nota-se que elas são mais brancas do que o total de ocupados, possuem um percentual de mulheres superior ao total, e são, consideravelmente, concentrados em pessoas com o ensino superior completo. Além disso, um percentual considerável está no setor público. Esse mesmo setor apresentou um ganho quando o assunto é afastamento devido ao distanciamento social.

Referências

Albrieu, R.. Evaluando las oportunidades y los límites del teletrabajo en Argentina en tiempos del COVID-19. Buenos Aires: CIPPEC. 2020.

Boeri, T.; Caiumi, A.; Paccagnella, M.. Mitigating the work-safety trade-off, in Covid Economics: Vetted and Real-Time Papers, Issue 2, April 8. CEPR. 2020.

Delaporte, I.; Peña, W.. Working from home under Covid-19: Who is affected? Evidence from Latin American and Caribbean countries. CEPR nº 14. Covid Economics. 2020.

Dingel, J.; Neiman, B.. How Many Jobs Can be Done at Home? Working Paper 26948. NBER. 2020.

Foschiatti, C. B. and Gasparini, L.. El Impacto Asimétrico de la Cuarentena: Estimaciones en base a una caracterización de ocupaciones. CEDLAS: Working Paper No. 261. 2020.

Góes, G. S.; Martins, F. S.; Nascimento, J. A. S.. Potencial de teletrabalho na pandemia: um retrato no Brasil e no mundo. Nota técnica – Carta de Conjuntura n. 47. IPEA. Brasília. 2020.

Guntin, R.. Trabajo a Distancia y con Contacto en Uruguay. Mimeo. 2020. Disponível em < http://www.rguntin.com/other/employment_uru/employment_uru_covid.pdf >

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGEa – Resultados Pesquisa PNAD Covid19 – Indicadores mensais – maio de 2020 – mercado de trabalho. 2020.

IBGEb – Resultados Pesquisa PNAD Covid19 – Indicadores mensais – junho de 2020 – mercado de trabalho. 2020.

IBGEc – Microdados PNAD Covid19 –– maio de 2020. 2020.

IBGEd – Microdados PNAD Covid19 –– junho de 2020. 2020.

Martins, P. O Potencial de Teletrabalho em Portugal, in observador.pt 2020.

Moraes, R. F.. Covid-19 e medidas legais de distanciamento social: isolamento social, gravidade da epidemia e análise do período de 25 de maio a 7 de junho de 2020 (boletim 5). Nota técnica nº 22. DINTE / IPEA. Brasília. 2020.

OIT – INTERNATIONAL LABOUR ORGANIZATION. Working from home: estimating the worldwide potential. Geneva: ILO, 2020.

Oliveira, C.; A.. A preliminary estimation of the economic costs of lockdown in Rio Grande do Sul. Revista do Serviço Público. V.71. p.1-17. ENAP. Brasília. 2020.

Santiel, F.. Who can work from home in developing contries? CEPR. Covid Economics nº 6. 2020.

Publicado
2021-01-12
Como Citar
dos Santos Martins, F., & Sandoval Góes, G. (2021). O IMPACTO DA PANDEMIA NO MODO DE TRABALHO NO SETOR PÚBLICO E PRIVADO. CADERNOS DE FINANÇAS PÚBLICAS , 20(3). Recuperado de https://publicacoes.tesouro.gov.br/index.php/cadernos/article/view/119