OS SEIS PILARES DO FEDERALISMO FISCAL BRASILEIRO

  • Glaucya Dias Senac
  • Laercio Carlos Dias
Palavras-chave: federalismo fiscal, gestão eficiente, reforma fiscal.

Resumo

Uma das graves mazelas existentes na administração político-econômica no Brasil advém da adoção de modelos gerenciais existentes em outros países, sem, contudo, realizar as necessárias e imprescindíveis adaptações a nossa própria realidade. Observando o Federalismo Fiscal Brasileiro, nota-se algumas peculiaridades que podem descaracterizar o conceito de federalismo fiscal. Portanto, neste estudo, abordar-se-ão os pilares sobre os quais se apoia o Federalismo Fiscal Brasileiro, com o intuito de fornecer subsídios informativos que possibilitem compreender a nossa realidade. Com base nestes estudos, concluímos que a Educação Fiscal é elemento disseminador, essencial para que a população em geral, conscientize-se sobre o papel socioeconômico dos tributos, proporcionando um conhecimento mais abrangente sobre gestão pública, outorgando aos cidadãos possibilidades de, crítica e tecnicamente, aferir qual o grau de equidade e eficiência de nosso Federalismo Fiscal.

Biografia do Autor

Glaucya Dias, Senac

Bacharel em administração empresas, pós graduada em gestão de negócios, consultora de negócios senior, analista fiscal 

Publicado
2021-09-16
Como Citar
Dias, G., & Carlos Dias, L. (2021). OS SEIS PILARES DO FEDERALISMO FISCAL BRASILEIRO. CADERNOS DE FINANÇAS PÚBLICAS , 21(02). Recuperado de https://publicacoes.tesouro.gov.br/index.php/cadernos/article/view/107